Como é que o ambiente (numa perspectiva Gibsoniana) pode influenciar o comportamento humano? Esta questão inicial tem orientado os meus interesses de investigação desde a minha licenciatura em Psicologia e Mestrado em Engenharia Humana, passando pelo Doutoramento em Ergonomia até aos mais recentes projetos de investigação onde tenho participado. Nos grupos de investigação com quem tenho colaborado, fomos recolhendo evidências que a relação entre o ambiente e o comportamento, se estabelece a vários níveis. Em níveis mais básicos na relação entre a luz, a cor o fluxo óptico e as respostas perceptivas ao movimento dos outros (e.g. detecção de veículos durante a condução automóvel). Em níveis intermédios na relação entre a configurações dos espaços arquitectónicos e as tomadas de decisões em situações de emergência. E a níveis mais elevados, na relação entre as variáveis dos espaços e seus elementos e a resposta emocional dos sujeitos.

Orcid
my_orcid_qrcode

Scopus
WebOfScience
Scholar